[ editar artigo]

A JANELA ABERTA

A JANELA ABERTA

 

Vocês já perceberam como surgem todas as semanas novos grupos empresariais destacando-se em várias regiões do planeta? Já se atentaram à quantidade de novas tecnologias sendo lançadas para oferta de produtos e serviços cada vez melhores? E a velocidade com que tudo está acontecendo? E quanto às fusões realizadas por alguns modelos de negócios na busca da convergência entre tecnologias? Haja capacidade para entendimento, tempo para nos atualizarmos nessa fase tão frenética da humanidade ou ainda, dinheiro para experimentarmos toda essa infinidade de possibilidades!

Há uma evidente e constante aceleração no planejamento, investimento e desenvolvimento de tudo o que está sendo criado. E conforme aprendi dada minha experiência no mundo corporativo, é mandatório que todo e qualquer processo de inovação seja além de bem planejado, executado e lançado “no menor espaço de tempo possível”. Caso contrário será apenas mais uma cópia (melhorada ou não), de algo já inventado por quem ousou sair na frente.

Coincidentemente atravessamos também um período de aguda descoberta proporcionada pelas evoluções do desenvolvimento nos meios digitais. No ritmo atual podemos até utilizar um superlativo como: fase de infinita compreensão digital do comportamento humano.

Uma nova janela se abriu ao mundo corporativo, tão estimulante para evolução do conhecimento! Asseguro que a maioria dessas centenas de coisas sendo criadas (ao menos as que tornam-se efetivos produtos ou serviços disponíveis para oferta a civilização), foram embasadas em profundas análises e concepção de modelos estatísticos, sem exceção geradas pelo vasto conhecimento sendo minerado nos meios digitais, por profissionais brilhantes e entusiastas pela exploração incansável do BIG DATA (gente como os “zahguers”).

Está claro que formou-se um cenário totalmente favorável, com disposição dos recursos ideais para fazermos a diferença, acelerando por aqui também todos esses processos de inovação latente no mercado nacional!

Como podemos provocar o mercado brasileiro para que alcancemos o ritmo frenético desse movimento mundial?

Mudança de mindset relativa ao posicionamento estratégico de dentro para fora! Precisamos apresentar acessórios alternativos e convencer toda a indústria de bens de consumo ou serviços que, a garantia da diferenciação tornou-se impossível sem coparticipação de uma martech executando continuamente avaliação das suas pessoas, marcas, mercados onde atua, produtos e serviços criados.

Digital Valuation!

Como montar um funil de negócios a fim da aproximação desses possíveis novos projetos?

Mapeamento regional das incubadoras de novos negócios, de entidades de classe, de grandes empresas, de repartições públicas voltadas ao desenvolvimento do comércio e tecnologia como o SEBRAE e outros órgãos de fomento, aproximação de start ups e potenciais investidores, participação em workshops de grandes eventos, exposições ou feiras, LinkedIn ou ainda, seu networking. Todos esses caminhos com um plano de comunicação encorpado, devem resultar na agenda de reuniões para apresentação e alinhamento de capacidades e competências úteis para qualquer modelo de negócio.

Apresentação como a inteligência imprescindível para o processo de inovação.

Quais são as áreas facilitadoras dessa decisão?

O trabalho de investigação multidisciplinar sempre me apresentou melhores resultados nos últimos 25 anos abordando clientes potenciais. Sempre busquei contato com até 5 áreas ao mesmo tempo. Essa imersão e persistência sempre gerou massa crítica para execução de propostas mais assertivas. Sendo assim sugiro a procura primária dos líderes de P&D, Qualidade, Comercial, Marketing e Trade Marketing. São essas áreas quem acessam às aspirações de qualquer diretoria ou conselho administrativo (quem decide investimentos e como tais orçamentos serão utilizados pelas organizações). 

Estas 5 áreas buscam saber o que está por vir tanto dentro das organizações, quanto supostas tendências do mercado. Mas oportunamente conhecem superficialmente as verdadeiras dores do seu negócio, ora por falta de tempo dedicado, ora por falta de acesso a pesquisas e informações corretas.

Vocês leram supostas tendências? O processo não fica frágil?

Quais os resultados esperados?

Muito além do planejamento de mídias programáticas, sinto a convocação pelo mercado devido plena possibilidade de toda essa massa crítica formada por dados e emulada com ajuda da AI, servirem como indicadores quantitativos e qualitativos com grande escala, para auxílio direto em todo o processo de reflexão, definições das direções a serem tomadas, criação, engenharia, transformação, precificação e até comercialização de produtos e serviços nos diversos segmentos do mercado. A capacidade preditiva tende efetuar correções e controle dessa rota da inovação antes mesmo de qualquer teste mercadológico!

Combater frontalmente o encurtamento repentino dos ciclos de vida dos produtos e serviços, é o novo desafio exigido pela inovação!

O Futuro

Provavelmente muito antes da próxima virada do século (vide a velocidade imposta a todo esse processo atual de inovações), há de chegar um tempo onde toda a civilização ou pelo menos a grande maioria desta, estarão tão imersos nessa avalanche de novas tecnologias periféricas sabiamente sustentadas pelo digital (acelerada desde a virada desse século), que ressurgirá a procura ou porque não dizermos, o resgate das experiências presenciais. Será formado novamente um fluxo de diferenciação e principalmente receita, dos mais variados tipos de negócios. Mas isso é assunto para outro artigo.

Enquanto isso, estamos sendo alcançados agora por uma verdadeira avalanche de novas tecnologias. Ou você se dispõe a agir mais rápido se movimentando para a direção certa (antes da concorrência), ou você será facilmente engolido e muito provavelmente, sufocado!

 

ZAHG Academy
Marcel Lopes Boiça .'.
Marcel Lopes Boiça .'. Seguir

Paulistano, casado, pai de menina, graduado em propaganda e marketing pela UAM, pós graduado em gestão empresarial pela FGV, residente em Cuiabá – MT. Entusiasta pela busca constante da inovação e melhoria contínua dos processos mercadológicos.

Ler conteúdo completo
Indicados para você